Carreira Médica: Medicina de Emergência

00/00/0000 - Já se perguntou sobre os detalhes da especialização em Medicina de Emergência?! Ela pode ser perfeita para você! Leia a matéria para saber mais!

A Medicina de Emergência é a especialidade que se dedica ao atendimento de pacientes acometidos por doenças e lesões que precisam de suporte médico imediato. Geralmente, são casos que não possuem diagnóstico prévio e exigem muito conhecimento e competência do profissional.

 

Apesar de ser uma das principais áreas de atuação do médico recém-formado e apresentar uma taxa de crescimento acima da média no número de residentes no último ano, a Medicina de Emergência só passou a ser reconhecida no Brasil como uma especialidade médica em 2015 e, por isso, conta com o menor número de titulados no país: são apenas 52 especialistas.

 

A residência é de acesso direto, com três anos de duração e inclui em seu programa diversas áreas da medicina que englobam as competências de um emergencista como Cirurgia Geral, Anestesiologia, Ortopedia, Pediatria e outras.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO

 

A área de atuação dessa especialidade é muito ampla e, sim, prepare-se para muitos plantões! Mas não ache que o plantão precisa ser sinônimo de algo caótico e ruim… com protocolos bem estabelecidos, fluxos de trabalho organizados e disposição para atuar, pode ser a jornada de trabalho ideal para você. 

 

Os emergencistas podem atuar em serviços pré-hospitalar móveis, como o SAMU, em serviços pré-hospitalares fixos, como as UBS’s e UPA’s, em Prontos-Socorros, em Unidades de Emergência (privadas ou públicas) e em Unidades de Cuidados de AVC, IAM e Traumas. 

 

 

PREFIL DO PROFISSIONAL

 

Gosta de adrenalina e lida bem com situações de risco? Então provavelmente a Medicina de Emergência é para você!

 

Sendo esse especialista aquele que está na linha de frente para receber e cuidar das situações de emergência, ele precisa estar sempre pronto para rápidas tomadas de decisão.

 

A agilidade, segurança, assertividade e a boa gestão de crise também são características essenciais do perfil desse profissional, assim como um bom preparo técnico e emocional para lidar com a rotina e muito conhecimento geral em medicina para estar pronto para prestar qualquer tipo de atendimento.

 

 

PERFIL DO PACIENTE

 

Por se tratar de uma especialidade que trata de emergências médicas, o perfil do paciente varia muito com relação ao sexo e faixa etária

.

Apesar disso, é sempre bom ter em mente que independente de quem seja, estará passando por um trauma e, portanto, poderá apresentar um comportamento agitado ou assustado e demandará cuidado, paciência e compreensão. 

 

MERCADO E REMUNERAÇÃO

Quando falamos de mercado, é importante ressaltar que a medicina de emergência tem ganhado cada vez mais espaço e destaque no Brasil principalmente pela grande demanda em decorrência do aumento da violência.

Em 2020, o Brasil teve o maior número de mortes violentas do mundo, com 70,2 mil mortos e, consequentemente, os atendimentos emergenciais nos hospitais e postos de saúde tendem a ser sobrecarregados. 

Vale lembrar também que um Médico Emergencista não é apenas um plantonista, mas um especialista da área. Ele costuma ganhar um salário de R$ 8.276,00 por 20h semanais, podendo chegar a 13.864,00.


 

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL

 

SE INTERESSOU?!

Se você gostou desse panorama e acha que essa é a sua especialidade, confira agora quais são os próximos concursos de Residência Médica! Mas, se ainda estiver pensando em outras possibilidades dentro da Medicina, vem aqui no Guia do R1

 
 
comaprtilhar 1 0 0 279
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO