Mastologia

00/00/0000 - Saiba tudo sobre a Carreira de Mastologia: mercado para a especialidade, salário, perfil do especialista, Residência e muito mais. Confira agora!

Mastologia ou Senologia é a especialidade médica que estuda, previne, diagnostica e trata as doenças, alterações congênitas e adquiridas das mamas ou a elas relacionadas, tanto em mulheres quanto nos homens. 

Segundo a Demografia Médica no Brasil, a Mastologia é a 36ª especialidade entre as mais procuradas pelos médicos, com cerca de 2.219 especialistas (Masculino 50,9% e Feminino 49,1%). 

 

 

O QUE FAZ E QUAL O CAMPO DE ATUAÇÃO DE UM mastoLOGISTA?

Em uma consulta, a primeira etapa realizada pelo Mastologista é a anamnese. Depois, o especialista prossegue para o exame clínico das mamas por meio do toque.

Ele pode solicitar exames complementares, como a mamografia, ultrassonografia ou ressonância das mamas. E, quando necessário, pode realizar uma punção (espécie de biópsia), onde ele mesmo será o eventual responsável pela cirurgia.

O mastologista possui atuação ambulatorial e cirúrgica em Hospitais Universitários, públicos ou no consultório particular, como autônomo sendo cirurgião principal de sua equipe ou auxiliando outras equipes. Em hospitais públicos, pode ser contratado para realizar acompanhamento ambulatorial e cirúrgico a serviço do hospital ou se dedicar à docência.

 

 

SALÁRIO E CARGA HORÁRIA NA masTOLOGIA

O médico Mastologista ganha uma das maiores remunerações da Medicina no mercado brasileiro. De acordo com o site salario.com.br, a média é de R$ 7.443,00 para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais

 

 
 

PERFIL DO PROFISSIONAL DE MASTOLOGIA

O Mastologista precisa ter muita atenção e carinho com a paciente, pois muitos são diagnosticados com doenças como Câncer de mama, Nódulos e Assimetrias, Mastites e Ginecomastia. Essa especialidade atende a questões que dizem respeito a intimidade da pessoa. Portanto, a confiança é indispensável nesse atendimento. Por isso, conversar com seu paciente e conhecer sua história é fundamental.

Para quem quer seguir a carreira de Mastologia também precisa ter habilidades técnicas que compõem a capacidade de um cirurgião, estando integradas a um conjunto de atributos cognitivos e comportamentais.

 

 

PERFIL DO PACIENTE DE MASTOLOGIA

O especialista de Mastologia atende homens e mulheres; crianças, adolescentes, adultos e idosos que apresentam doenças nas mamas. Contudo, seu maior público são as mulheres acima de 40 anos, visto que precisam realizar anualmente a mamografia.

Geralmente quem faz o encaminhamento das mulheres ao médico Mastologista é o especialista em Ginecologia, frente a alguma alteração no exame físico e nos exames de imagem, ou caso a paciente apresente risco aumentado para câncer de mama. 

 

 

MERCADO DE TRABALHO DE masTOLOGIA

O Câncer de Mama é segundo tipo que mais acomete mulheres no Brasil, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. De acordo com os dados revelados pelo INCA, anualmente 10.000 mulheres morrem por conta da doença. 

A taxa de incidência é de 62,9 casos por 100 mil habitantes (taxa padrão utilizada mundialmente). Apesar da taxa ser relativamente alta, o índice de mortalidade é baixo graças a ampla atuação dos profissionais de Mastologia no mercado -principalmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que busca reforçar o atendimento para o diagnóstico precoce desses pacientes, ainda nos estágios iniciais da doença, quando o tratamento é mais efetivo.

A cidade com mais ocorrências de contratações e por consequência com mais vagas de emprego para Médico Mastologista é Recife - PE.

 

 

RESIDÊNCIA MÉDICA EM masTOLOGIA

Para se tornar médico Mastologista é necessário fazer antes uma especialização em Cirurgia Geral ou Ginecologia e Obstetrícia. Só após cumprir o pré-requisito que é autorizado realizar a Residência Médica em Mastologia, com duração de 2 anos e uma carga horária de 60 horas semanais

Ao médico residente é assegurada bolsa mensal no valor de R$ 3.330,00, em regime especial de treinamento em serviço de 60 horas semanais

 

 

SUBESPECIALIDADES DE masTOLOGIA

A área de atuação opcional (adicional) é a Mamografia

 

 

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DOS masTOLOGISTAS

Segundo informações da Demografia Médica, a razão de especialistas por 100 mil habitantes é de 1,07. A distribuição dos Mastologistas nas regiões são: Norte (4,1%), Nordeste (20,9%), Sudeste (52,7%), Sul (13,8%) e Centro-Oeste (8,5%).

 

 

DESAFIOS E FUTURO DA ESPECIALIDADE

Mastologia é uma área que está evoluindo devido ao avanço tecnológico, que vem possibilitando a descoberta de novas formas de tratamento/exames e um maior conhecimento sobre as doenças da mama.

O Mastologista do futuro deve trabalhar de forma multidisciplinar; saber se comunicar com o Radiologista, Oncologista e Radioterapeuta; compreender todas as particularidades que envolvem o manejo de pacientes com câncer de mama ou com alto risco para a doença; e precisará entender muito sobre tratamento sistêmico, pois 30% dos pacientes receberão tratamentos sistêmicos obrigatoriamente.

 

FICHA TÉCNICA DE MasTOLOGIA

 

SE INTERESSOU?

Se você acha que esse é seu futuro, corre para pesquisar os próximos concursos de Residência Médica! Caso contrário, pode conferir outras especialidades no nosso Guia do R1

Outras Carreiras Médicas: 

 

Gostou da área de Mastologia? Pensa em seguir outra Carreira Médica? Conta pra gente nos comentários! 

 

comaprtilhar 0 0 1167
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO