Nefrologia

00/00/0000 - Saiba tudo sobre a Carreira de nefrologia: mercado para a especialidade, salário, perfil do nefrologista, Residência Médica e muito mais. Confira agora no Soul Medicina!

A nefrologia é a especialidade que atua no tratamento de doenças associadas ao sistema urinário, aos rins e estuda a função desse órgão. 

A residência dessa especialidade possui pré-requisito em clínica médica e tem duração de dois anos.  

 

CAMPO DE ATUAÇÃO

Os nefrologistas atuam em plantões, consultórios, clinicas de hemodialise e cuidam de pacientes com insuficiência renal crônica. 
As principais atividades do nefrologista são:

. Diagnóstico e tratamento de doenças renais císticas;
Diagnóstico e tratamento da doença renal crônica;
Diagnóstico e tratamento de hipertensão arterial (pressão alta);
Diagnóstico e tratamento de infecções urinárias;
Diagnóstico e tratamento da lesão renal aguda;
Diagnóstico e tratamento de litíase renal (pedra nos rins);
Diagnóstico e tratamento de nefrites;
Diálise peritoneal;
Hemodiálise;
Prevenção de doenças renais;
Transplante renal.

 

 

REMUNERAÇÃO

 

Perfil do profissional

O profissional dessa especialidade convive diariamente com os pacientes, pois as sessões de hemodiálise são feitas três vezes por semana e tem duração de quatro horas. 

Em nefrologia, 49,3% dos especialistas são homens e 50,7% são mulheres. A média de idade desses profissionais é de 46 anos.

 

 

PERFIL DO Paciente

Os pacientes dessa especialidade são adultos e idosos de ambos os sexos. Normalmente, esses pacientes passam por profissionais de outras especialidades.   

O tempo de tratamento pode ser longo e isso o aproxima do nefrologista. Essa aproximação contribui para uma boa relação entre o paciente e o médico. 

 

 

MERCADO DE NEFROLOGIA 

O lugar com maior oferta de vagas para o nefrologista é nas clínicas de hemodiálise. A cidade com mais contratações e com mais vagas para o profissional dessa especialidade é Recife-PE.

poucas vagas em concursos públicos e a concorrência costuma ser alta. De acordo com nefrologistas, anualmente há um aumento na demanda de diálise, porém a rede de atendimento não cresce proporcionalmente a esse crescimento. 

Segundo Marcelo Mazza, presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), a doença renal crônica (DRC) pode ser considerada epidêmica, pois faz parte da realidade de um a cada dez adultos. O número de pessoas que precisam da diálise cresceu em 100% nos últimos dez anos e mais de 20 mil pacientes vão para hemodiálise.

 

 

RESIDÊNCIA MÉDICA EM NEFROLOGIA 

A concorrência para essa residência médica varia bastante. Há anos em que tem mais vagas que concorrentes, porém nos últimos anos os residentes de clínica médica tem olhado com carinho para nefrologia. 


Pode haver uma variação no conteúdo da residência médica, mas a Associação Médica Brasileira (AMB) recomenda que a carga horária seja dividida em:
. 25% em unidade de internação;
20% no ambulatório de nefrologia geral e especialidades.
20% em serviço de terapia renal substitutiva (hemodiálise e diálise peritoneal)
15% em interconsulta nefrológica
10% para atividades didáticas 
10% estágios opcionais

São estágio opcionais indicados pela AMB:
Imagem em nefrologia;
Laboratório clínico;
Nefrologia intervencionista;
Nefro-pediatria;
Nutrição;
Unidade de terapia intensiva;
Urologia;
Transplante renal.

 

 

O FUTURO DA NEFROLOGIA 

A tendência da área é crescer devido a grande demanda de paciente com sequelas renais em virtude da pandemia do Covid-19.

A tecnologia é uma grande aliada da área, possibilitando o surgimento de outros tratamentos. Uma das mais recentes é a hemodiafiltração, um método mais eficaz que a hemodiálise convencional. 

 

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL: 

 

ficha técnica

 

se interessou?

Acha que essa é a sua especialidade ideal? Então confira os próximos concursos de residência médica e acesse o nosso Guia da R1 para saber mais sobre outras especialidades.

Outras Carreiras Médicas: 

 

comaprtilhar 0 0 841
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO