Revalida: Após 3 anos, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos está com data marcada

- Após 3 anos, o Revalida tem data marcada para acontecer. Confira datas, etapas, taxa de inscrição e muito mais nesta matéria!

Já fazem 3 anos que o Brasil não realiza o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos emitidos no exterior - Revalida. O último aconteceu em 2017. Contudo, uma novidade divulgada recentemente pelo Ministro da Educação, Abraham Weintraub, pode animar muitos médicos: foi marcada a primeira fase do Revalida e ela acontece no final de 2020! Confira todos os detalhes a seguir na matéria!

 

Calendário Revalida 2020

No final de 2019, uma lei sancionada pelo Presidente Jair Messias Bolsonaro, mudou as regras do Revalida. Dentre as mudanças, foi decidido que a prova deve ser aplicada 2 vezes ao ano. 

O Revalida 2020 será aplicado em 2 fases: prova teórica (prevista para o dia 11 de outubro) e prova prática (ainda não teve a data divulgada). Apesar de ainda não ter sido definida, a previsão é que a segunda fase seja aplicada em dezembro. 

 

 

Etapas da prova do Revalida 2020 

Na primeira etapa do exame serão cobradas 100 questões objetivas pela manhã e 5 discursivas à tarde, das 5 grandes áreas da Medicina: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Medicina da Família e Comunidade

Além disso, no novo edital é esperado que as provas tenham a inclusão da área de Saúde Mental e também que sejam aplicadas digitalmente. 

Os classificados para a segunda etapa terão que realizar a prova prática em uma estação clínica e participar de 10 anamneses (entrevistas) para diagnóstico inicial da doença em pacientes fictícios que simulam diversos sintomas.

 

 

O participante que for reprovado na segunda fase, poderá refazer a prova nas 2 edições seguintes, sem a necessidade de fazer a primeira etapa novamente.

 

Taxa de inscrição

O Ministério da Educação (MEC) também anunciou alterações no valor de inscrição. Na primeira etapa, o candidato deverá pagar cerca de R$ 330 - 10% do valor mensal da bolsa do médico-residente. Já na segunda etapa, o custo chegará a R$ 3,3 mil.

Na última edição, somente universidades públicas puderam aplicar a prova. Com a nova proposta, faculdades privadas também poderão participar do programa, desde que tenham avaliação 4 e 5 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). 

 

 

BRASIL X REVALIDA

Com o agravamento do Coronavírus no Brasil, muitos médicos que faziam parte do grupo de risco precisaram ser retirados e outros acabaram sendo infectados, havendo um aumento significativo no número de afastamentos de médicos.

De acordo com as Associações de Médicos Brasileiros formados no exterior, cerca de 15 mil médicos estão impedidos de trabalharem no país, porque ainda estão aguardando a revalidação de seus diplomas. Qual o impacto da mão de obra parada, no momento em que ela é ainda mais necessária? 

Na tentativa de suprir esta baixa, o Ministério da Saúde publicou um edital chamando os médicos estrangeiros para retornarem ao Programa Mais Médicos e até estudantes de Medicina de universidades brasileiras estão sendo convocados para esta missão contra Covid-19.

 

E aí, o que você acha dessa decisão do Revalida 2020? A demora desta medida pode causar impactos no Brasil? Deixe sua opinião nos comentários!

 

comaprtilhar 3 0 0 911
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO