Saiba o que colocar no currículo para a prova de residência médica

- Nome, telefone, faculdade...Confira a matéria e saiba o que colocar no seu currículo para a prova de residência médica.

O que colocar e como fazer um currículo para prova de residência médica é uma dúvida comum entre os estudantes de medicina, mas fique tranquilo, pois vamos ensinar como fazer um ótimo currículo. 

Normalmente, a prova de residência médica possui duas etapas. A primeira é eliminatória e classificatória, a segunda é apenas classificatória. A análise curricular acontece na segunda etapa e é seguida por uma entrevista pessoal com a banca avaliadora. 

Algumas instituições não possuem prova prática e por isso o peso da análise curricular costuma ser maior. 

O currículo possui graus diferentes de relevância em cada concurso e a primeira orientação é para não mentir em hipótese nenhuma, não esqueça que as informações vão ser verificadas e você vai precisar argumentar sobre as atividades realizadas.

 

 

Qual formato escolher?  

O formato mais conhecido e indicado costuma ser o Vitae e alunos MEDGRUPO possuem acesso a um modelo exclusivo para não cometer erros na hora de fazer o currículo.

Não há um limite de páginas, mas se o modelo do currículo for o Vitae é importante que você só coloque as informações necessárias e por isso duas folhas costumam ser um número apropriado.

Algumas instituições possuem um modelo específico definido pelo edital, então preste bem atenção para esse detalhe.

 

O que colocar no currículo?  

Essa resposta pode parecer óbvia, mas é preciso colocar os seus dados pessoais e tudo o que você realizou ao longo da sua graduação.  

Não se esqueça de inserir a sua formação acadêmica, incluindo o local e o período em que cursou, também é importante pôr a carga horária, a duração e os estágios realizados durante o internato. 

Se você trabalhou depois que se formou, é necessário que esse dado esteja no seu currículo.

 

Fez atividades extracurriculares, participou de eventos ou produziu algo?

Monitoria, emergência, UTI, unidades de obstetrícia e iniciação científica são ótimas atividades para adicionar no seu currículo e se você ganhou alguma bolsa durante esse período é muito relevante colocar também. 

Não esqueça dos eventos que você frequentou, como congressos, simpósios, jornadas, encontros e cursos. É muito importante ter os certificados de cada um deles e informar se você ajudou na organização de algum.

Trabalhos bibliográficos e artigos publicados em anais de congresso e em periódicos são pontos importantes e não podem ser deixados de lado.

 

Fala outros idiomas?  

Falar outros idiomas é imprescindível, mas você precisa ser sincero consigo mesmo e colocar realmente a língua que você fala e o seu nível de proficiência. 

 

participou de algo?  

Realizar projetos sociais, fazer parte da atlética ou do centro acadêmico da faculdade são pontos que devem estar no seu currículo, inclusive, insira o cargo que você ocupou.

 

 

Precisa de carta de recOmendação?  

A carta de recomendação é muito importante nos Estados Unidos. No Brasil, não é tão comum, mas ela pode ser apresentada juntamente com o currículo na prova de residência. 

Não hesite pedir uma carta a um professor, pois ter a recomendação de alguém da área pode fazer muita diferença.

No dia da prova, leve as cópias dos comprovantes e, preferencialmente, encaderne o material que você for apresentar.

Tenha em mente que todas as atividades são válidas e importantes para complementar o seu currículo e garantir a sua tão sonhada aprovação. 

 

 

Comenta aqui se você acha que agora vai conseguir fazer seu currículo sem ter dúvidas e compartilhe a matéria com aquele amigo que não sabe nem por onde começar.

 

comaprtilhar 5 0 0 620
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO