Me formei em medicina e agora?
mercado_recem_formado_interna

14/06/2018 - Você é um recém-formado em medicina e não sabe por onde seguir com a Carreira Médica? Conheça os caminhos e quanto ganha um médico em cada alternativa.

O fim do curso de Medicina vai se aproximando e com ele surge a dúvida: o que fazer depois de me formar? É normal ficar confuso neste momento da vida, já que Medicina tem um leque de opções muito grande e ninguém quer dar um passo errado ao começar a carreira, certo?

Mas fique tranquilo que nós vamos te ajudar nessa etapa! Listamos algumas opções possíveis para você escolher o melhor caminho ao iniciar sua trajetória profissional:

 

| SER MÉDICO GENERALISTA PLANTONISTA

 

Exercer a profissão como médico generalista é uma opção para quem ainda não decidiu qual especialidade deseja e quer levantar grana rápido. O salário de um médico plantonista é, em média, R$ 8,4 mil, segundo o Inep. Antes de escolher essa opção, deve-se levar em conta que a jornada de trabalho é corrida e cansativa.

Por outro lado, a experiência de trabalhar com tipos diferentes de pacientes e o aprendizado adquirido podem fazer o profissional se identificar com alguma área médica e escolher a especialidade que quer seguir.

 
 
 

| FAZER RESIDÊNCIA MÉDICA

 

A melhor opção é fazer residência médica na área favorita. Quanto mais cedo se tornar um especialista, mais rápido consegue desenvolvimento nela e autonomia no trabalho. Quase todos os estudantes de Medicina sonham em se especializar em uma área e trabalharem com ela a vida toda. Sendo um especialista - vale lembrar - o médico recebe um salário muitas vezes maior do que sendo generalista. Fizemos um Guia com todas as especialidades de acesso direto, confira agora! Você pode também querer saber sobre as especialidades mais bem remuneradas.

Normalmente, as provas de RM são muito difíceis. O ideal é começar a estudar para as provas de residência 2 anos antes de se formar. Pensando isso, o MEDGRUPO criou o Medcurso, para alunos do 5º ano e o M.E.D para alunos do 6º. Conheça mais sobre esses cursos aqui.

 
 
 
 

| FAZER PÓS E PROVA DE TÍTULO

 

Fazer um pós-graduação é uma outra forma de se especializar em alguma área. Ela dura dois anos e há diversas opções de áreas para escolher. Nesse período, o estudante faz atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento. Após concluir, é a hora de realizar a prova de título. Não conhece?

A prova de título é um exame prático e teórico anual que habilita um médico a trabalhar acadêmicamente em uma especialidade. As avaliações variam de acordo com cada especialidade. Cada Sociedade Brasileira (de especialidade) tem critérios diferentes de acesso também, por isso é sempre bom ler o edital da área que você pretende seguir. Fizemos um post que explica bem a diferença entre a Residência Médica e a Especialização.

 

 

| PARTICIPAR DO MAIS MÉDICOS

 

O Mais Médicos é um programa do Governo Federal que visa melhorar o atendimento em UBSs de todo o Brasil, principalmente em regiões com escassez de médicos. Participar do Mais Médicos é uma oportunidade para profissionais recém-formados que querem adquirir experiência e não estão fazendo Residência Médica.

São mais de 18 mil médicos fazendo parte do programa. As inscrições são online e abrem trimestralmente. O salário líquido do profissional é de R$ 11.244,57 e o tempo de participação é de 3 anos.

Últimamente o programa tem sofrido várias mudanças. Se quiser entender em que pé ele está, se liga nessas matérias: 
 

 

 

| ABRIR UMA CLÍNICA / CONSULTÓRIO

 

Essa é uma opção para quem quer fazer seu próprio horário e ter emprego fixo. Não é nada fácil abrir um consultório, já que é preciso conquistar a confiança dos seus pacientes - veja dicas de como conquistar os primeiros pacientes - para que eles se fidelizem a você, fora o trabalho para conciliar a administração do local e a carreira de médico. Veja aqui 7 dicas para abrir um consultório.

 

 

| IR PARA FORÇAS ARMADAS

 

Ser médico das forças armadas também é uma opção. Há muitos motivos para escolher esse caminho, mas o principal deles talvez seja a estabilidade financeira. A remuneração não foge muito do normal, é bem parecida com a de médicos de hospitais públicos. Veja como virar médico das Forças Armadas. Podemos te mostrar também como virar um médico da marinha brasileira.

 

 

AGORA É COM VOCÊ!

Essas são as suas opções, agora é pensar no que é melhor para você e escolher o caminho.

Aproveite para deixar seu comentário sobre qual caminho você vai seguir e também para compartilhar nossa matéria!

 

comaprtilhar 3 0 0 3587
CONTEÚDO EXCLUSIVO GRATUITO